Natal da Mineiridade promove turismo no estado com ampla programação

Municípios oferecem diversidade de atrações que contemplam tradição natalina e atrativos locais

Dezembro é o mês em que os presépios, cantatas, decoração especial e apresentações artísticas tomam as praças, ruas e parques, estimulando o turismo e o comércio em Minas Gerais. Com o objetivo de potencializar a oferta turística e posicionar o estado como um dos principais destinos das festas de fim de ano, a segunda edição do Natal da Mineiridade reúne uma vasta programação que celebra a tradição natalina e evidencia os atrativos locais.

A iniciativa é do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult) e da Fundação Clóvis Salgado (FCS), e integra Belo Horizonte a 450 municípios, o dobro do número registrado no ano passado. Estão previstos mais de 600 eventos que acontecerão deste mês até 6/1/2024. A lista completa está disponível no site minasgerais.com.br.

Um dos destaques é o Natal de Luz de Guaxupé, que comemora dez anos em 2023. Reconhecido como patrimônio imaterial em 2020, o evento também inspirou a criação de uma lei municipal em 2015, dois anos após a estreia. De 2013 para cá, a cidade tem oferecido aos moradores e turistas atividades que se estendem por mais de um mês, contribuindo para aquecer a economia local e atrair visitantes.

“São quase 40 dias de atrações culturais gratuitas no teatro municipal e no centro de eventos. Há três presépios, muitas luzes, árvores de Natal, a casa e o parque do Papai Noel. Ou seja, vários pontos turísticos para que o visitante possa vir à nossa cidade, conhecê-la, se divertir e levar o que Guaxupé tem de melhor que é a recepção ao turista”, detalha o secretário de Cultura, Esporte e Turismo de Guaxupé, Marcos Alexandre Costa Buled.

content itapecerica7 prefeitura

Estruturação

Neste ano, o Governo de Minas, em parceria com a Cemig, lançou o edital Natal da Mineiridade Cemig 2023, para viabilizar a democratização do acesso às práticas culturais e fortalecer as programações natalinas do estado. O resultado foi divulgado na segunda-feira (4/12). Foram 15 propostas contempladas, sendo dez do interior: Barroso, Ipatinga, Montes Claros, Tiradentes, Sete Lagoas, Mariana, Ouro Preto, Itapecerica, Serro e São Lourenço.

Ao todo, foram destinados R$ 5 milhões para o desenvolvimento das ações selecionadas. Desse total, R$ 2 milhões são para as iniciativas da capital e R$ 3 milhões para as demais cidades mineiras.

O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas de Oliveira, ressalta a importância do Natal da Mineiridade para celebrar as tradições e incentivar a cultura e o turismo no estado.

“O projeto integra, de forma transversal, os programas Minas Criativa e Mais Turistas, que sintetizam as políticas públicas realizadas pelo Governo de Minas e voltadas para a cultura e para o turismo. O Natal da Mineiridade celebra as tradições, une a capital ao interior e tem o objetivo de gerar emprego e renda por meio da ativação do comércio e da circulação de visitantes nesta época do ano, consolidando Minas Gerais como um dos maiores pólos de atividades turísticas do país”, afirma Oliveira.

Dados da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG) apontam que o Natal impacta 77,2% do comércio varejista mineiro. De acordo com pesquisa realizada pelo Núcleo de Pesquisa e Inteligência da Fecomércio MG, neste ano, 40% dos empresários do estado esperam melhores resultados frente a 2022.

Artesanato local

Cada município mantém a tradição natalina à sua maneira, evidenciando também as características e culturas locais, o que torna o Natal da Mineiridade único e diverso. Em Itapecerica, cidade localizada na região Oeste do estado, o público poderá ver, por exemplo, uma árvore de Natal, com seis metros de altura, confeccionada em crochê.

“O Natal de Itapecerica se caracteriza pela sua beleza e singularidade. Foram preparados inúmeros espaços, com mais de 300 mil lâmpadas em várias praças da cidade; então, uma decoração diferenciada e com destaque para a confecção da árvore de Natal feita por mais de 50 crocheteiras da cidade, fortalecendo o artesanato e a mão de obra local”, conta o prefeito de Itapecerica, Wirley Rodrigues Reis.

Além disso, túneis na Praça do Coreto, uma alameda chamada Palácio de Cristal, com lustres em vidro e pedrarias, e um grande presépio instalados no entorno da praça compõem o projeto de Natal da cidade.

content tiradentes6 thaisandressa

Cozinha mineira

Tiradentes é outro destaque ao apresentar a programação natalina ancorada nas raízes mineiras.

“A cidade traz uma fantástica experiência de Natal, completamente diferente do tradicional, com toque de mineiridade, com hospitalidade e o melhor da cozinha mineira clássica e contemporânea, trazendo um resgate da cultura de Minas Gerais, enquanto oferece uma programação com cantatas, concertos, cortejos, shows diversos e uma decoração natalina que se mescla e valoriza a arquitetura da cidade”, pontua o superintendente de Turismo de Tiradentes, Guilherme Carvalho, que comemora o aumento do turismo na cidade durante a festividade.

“A cada ano o Natal de Tiradentes vem crescendo, trazendo mais visitantes, fortalecendo, assim, as atividades comerciais do município. São esperadas mais de 50 mil pessoas visitando a cidade neste período, e isso favorece os artistas, os artesãos e trabalhadores locais”, acrescenta.

O Natal da Mineiridade é realizado com patrocínio da Cemig, apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e parceria com a Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur), a Associação Mineira de Municípios (AMM) e a Rede de Gestores Municipais de Cultura e Turismo. A concepção, produção e coordenação do projeto de iluminação da Praça da Liberdade é assinada pela Casulo Cultura e Full Produções.

Fotos :Prefeitura de Itapecerica / Divulgação e Thais Andressa

Fonte: secult.mg.gov.br

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *