Apagão nacional deixa cidades da Zona da Mata e Vertentes sem energia elétrica

Picos de falta de luz foram registrados em diversos bairros de Juiz de Fora, Barbacena, São João del Rei e em outros municípios das regiões.

Moradores de Juiz de ForaBarbacenaSão João del ReiSantos DumontMuriaé e região registraram queda de energia na manhã desta terça-feira (15), por volta das 8h30.

No país, também houve relatos no Distrito Federal e 25 estados, como Piauí, Bahia, Acre, Amapá, Maranhão, Pernambuco, Ceará, Santa Catarina, Paraíba, além de Minas Gerais.

Em Juiz de Fora, por exemplo, moradores registraram problemas nos bairros Santa Luzia, Nova Benfica, Paineiras, Santa Cruz e outros.

Já em São João del Rei, a veterinária Lara Garcia, que mora no Bairro Matozinhos, contou ao g1 que ficou sem luz por 20 minutos. “Acabou por volta de 8h50 e voltou por volta de 9h20”, disse.

Interrupção no país

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrica (ONS), responsável pela coordenação e controle da operação das instalações de geração e transmissão de energia no país, uma ocorrência na rede de operação do Sistema Interligado Nacional interrompeu 16 mil MW de carga em estados do Norte, Nordeste e Sudeste do Brasil.

A interrupção ocorreu devido à abertura, às 8h31, da interligação Norte/Sudeste. As causas da ocorrência continuam sendo apuradas. Ainda segundo a ONS, a recomposição já foi iniciada em todas as regiões e até às 9h16, 6 mil MW já foram recompostos.

Conforme o coordenador do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), José Marengo, a causa do apagão deve ser operacional, pois não há um alerta pela seca, por exemplo, que impactasse a produção e distribuição de energia.

“Apesar do baixo nível de chuva, não estamos em uma situação de seca extrema, principalmente na região nordeste, que foi onde começou o apagão”, explicou.

O que dizem as empresas?

Em nota, a Energisa informou que a interrupção ocorreu entre 8h30 e 8h35, em Leopoldina, Visconde Rio Branco, Luizburgo, Dom Correa, Cataguases, Coimbra, Divinésia, Miraí, Paula Candido, São Geraldo, Senador Firmino e parte de Ubá, atingindo 19% dos clientes da área de concessão.

Já a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) afirmou que o desligamento ocorreu aproximadamente às 08h31 e o restabelecimento se iniciou a partir da autorização do ONS, às 08h46.

“A Cemig informa que parte do sistema elétrico que atende os clientes de Minas Gerais foi afetada, na manhã desta terça-feira (15/8), pelo acionamento automático do Esquema Regional de Alívio de Carga (ERAC) do Sistema Interligado Nacional (SIN), que evita a propagação de desligamentos no SIN”, complementou.

Todos os clientes afetados da área de concessão da Cemig Distribuição em Minas Gerais foram restabelecidos, conforme a companhia.

Fonte: G1

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *