Catrans apresenta estudos preliminares para a licitação do transporte coletivo

Com o objetivo de apresentar estudos preliminares para viabilizar a licitação do sistema de transporte coletivo em Cataguases, a Catrans promoveu um encontro com os vereadores da comissão de Trânsito e Transporte da Câmara Municipal, Beto do Leonardo, Marcos Costa e Rafael Moreira, representantes de empresas do setor e membros do Conselho Municipal de Trânsito e Transporte. A reunião aconteceu nesta quarta-feira, dia 24, na sede da Secretaria dos Conselhos, e a apresentação dos trabalhos iniciais foi feita pelo técnico de trânsito e transporte da Catrans, Bruno Saragoza.

Conforme esclareceu o coordenador da Catrans, Fabrício Zulato, a implantação das catracas eletrônicas nos ônibus, feita deste o início do ano, já representa um importante passo para municiar os estudos capazes de viabilizar esse processo licitatório, diferentemente das tentativas frustradas das gestões anteriores. “A bilhetagem eletrônica nos permite identificar as linhas e horários mais e menos demandas, bem como os quantitativos das gratuidades, dos idosos acima de 65 anos e estudantes, dentre outras situações”.

O coordenador da Catrans destacou ainda a expertise do técnico Bruno Saragoza, que por muitos anos trabalhou em Belo Horizonte junto ao sistema da BH Trans, e recentemente contratado pela prefeitura por meio de processo seletivo. “Com essa capacidade de reunir dados eletronicamente e a experiência profissional, importa frisar que a Catrans não estará contratando nenhuma empresa para desenvolver esses estudos que vão viabilizar a elaboração do Termo de Referência trazendo os critérios para a futura licitação”, disse ele.

Na oportunidade, Bruno Saragoza ressaltou a importância de que os estudos sejam acompanhados de perto por representantes da sociedade civil. “O Conselho e a Comissão da Câmara são representativos da sociedade e vamos pedir para que cada um nomeie quadros para o acompanhamento da rotina de nossos trabalhos, apontando-nos observações ou novas sugestões, para que se certifiquem de que esse trabalho será realizado com todo o cuidado técnico, com lisura e visando sempre o interesse público”, afirmou Saragoza.

A Catrans tem prazo de até 90 dias para a elaboração e apresentação final do Termo de Referência, que é o documento que norteia as regras do procedimento licitatório, em um processo que será ainda amplamente dialogado com a Câmara Municipal. Uma vez aprovado esse Termo de Referência, será aberto o prazo de 180 dias para a abertura da licitação do sistema de transporte coletivo em Cataguases

Fonte:PMC

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *