Empresa de Itamarati de Minas lança nova polpa de açaí no mercado

O produto Açaí Glee se apresenta como uma boa opção para sorveterias que não produzem o seu próprio açaí, que compram de terceiros.

A empresa mineira Açaí Glee, da vizinha cidade de Itamarati de Minas acaba de lançar seu concentrado de açaí, com uma fórmula inovadora e embalagem com tecnologia asséptica que facilita e torna mais barato o armazenamento do produto. A tecnologia asséptica facilita o uso diário, transporte, armazenamento do produto, pois ele não precisa ser congelado ou refrigerado e pode ser usado para sucos, vitaminas, base para outros produtos e principalmente em máquinas de sorvete expresso, produzindo um sorvete de açaí cremoso e sem cristais de gelo.

O Açaí Glee se apresenta como uma boa opção para sorveterias que não produzem o seu próprio açaí, que compram de terceiros. Ainda pode ser viável também para empresas que produzem seu próprio açaí pois o custo de produção e armazenamento pode ser o mesmo do que se gasta ao adquirir um produto pronto de qualidade.

O Açaí Glee ainda acredita que ao ofertar máquina de sorvete expresso, empresas de vários seguimentos, além de sorveterias, como lanchonetes, bomboneries, quiosques e tantos outros podem agregar o produto ao seu negócio, aumento assim o seu faturamento.

O Açaí Glee possui máquinas de sorvete expresso ideais para produzir o melhor açaí expresso, pois entende que um produto de qualidade e uma máquina adequada oferecem aos seus clientes o melhor produto.

Com uma rede de distribuição que atende todo o país através de seus distribuidores e a exportação como foco para 2022, o Açaí Glee reúne tudo o que você precisa para implementar um novo negócio ou incrementar um já existente.

Além disso os clientes Açaí Glee podem comprar a bag de açaí asséptico nas melhores lojas da internet, isso facilita o acesso ao produto para todos os perfis de negócio.

O Açaí Glee tem projetos de lançamentos de novos produtos para 2022 e esperamos em breve trazer novas notícias dessa expansão do negócio.

Fonte: Leopoldinense

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *