Pelos trilhos de Cataguases

Você sabia que já tivemos uma Maria Fumaça cortando nossa cidade? Sua última viagem aconteceu em 1967, quando o ramal da estrada de ferro estava sendo encerrado.

Um pouco sobre a história da Estrada de Ferro Cataguases. O texto foi retirado de “O Trem Expresso” mantendo a grafia antiga:

“No dia 31 de dezembro de 1895 foi criada a Estrada de Ferro Cataguazes, a Linha que tinha como trajeto de Cataguases, para Mirahy com bifurcação para Santana de Cataguases. O Ramal Cataguazes, foi construído pelo barão do Café Coronel João Duarte. Diga-se que para iniciar as obras o coronel conseguiu a outorga pela província de Minas Gerais conforme as Leis nº 3.652, de 01 de setembro de 1888 e Lei nº 3.785, de 14 de agosto de 1889. A concessão inicial foi dada a Christiano Dias Lopes, que por falta de capital não conseguiu prosseguir com o projeto. Aí assume o banqueiro e coronel João Duarte contratando o engenheiro Jacyntho Adolpho de Aquillar Pantoja. Para agilizar os trabalhos da construção do ramal ferroviário, Pantoja contratou o também engenheiro Joaquim Nunes Tassara, e também foi contratado o engenheiro Antônio Bergamini.”

Fonte: Mercado Produtor Cataguases/ Facebook

um Comentário

  1. E se os prefeitos de Cataguases e Dona Euzébia quiserem , realmente, desenvolvimento econômico e financeiro para as suas cidades, trabalharam fortemente para fazer a Maria Fumaça rodar novamente entre as duas cidades.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *