27 de novembro: Dia nacional de combate ao câncer

Conscientização e prevenção são fundamentais

Nesta sexta-feira (27), comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Câncer, uma data criada com o objetivo principal de levar informação sobre a doença para todas as parcelas da sociedade. Essa data foi instituída em dezembro de 1988 por meio de uma portaria do Ministério da Saúde .

A importância da criação dessa data está no fato de que o câncer mata milhões de pessoas todos os anos. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer, apenas em 2018, surgiram quase 600 mil novos casos de câncer.
O câncer pode ser definido como um grupo de doenças que se caracterizam pela multiplicação de células de maneira incontrolável e desordenada, formando tumores. Essas células multiplicam-se e invadem órgãos, podendo, inclusive, atingir outras partes que não a sua de origem. Essa última situação é denominada de metástase.
O câncer apresenta causas variadas que envolvem fatores genéticos e também ambientais. Entre os fatores ambientais, que incluem aspectos do meio em que vivemos e nossos hábitos de vida, podemos citar a radiação solar, uso de medicamentos, alcoolismo, tabagismo, hábitos alimentares pouco saudáveis e comportamento sexual de risco.
Existem mais de 100 tipos diferentes de câncer, mas nem todos ocorrem na população com a mesma frequência. Entre os tipos mais frequentes em nosso país, podemos citar o câncer de próstata, de mama feminino, cólon e reto, de pulmão, de estômago, do colo do útero, da cavidade oral, do esôfago, leucemia, linfoma não Hodgkin, linfoma de Hodgkin, de tireoide, do sistema nervoso central, de bexiga, de laringe, de ovário e de pele.

Prevenção

A prevenção continua sendo o melhor caminho para se evitar o câncer. Confira as recomendações do Fundo Mundial para Pesquisas de Câncer:
1 – Gordura corporal: Mantenha-se no peso ideal para sua altura.
2 – Atividade Física: Mantenha-se fisicamente ativo, por pelo menos 30 minutos todos os dias.
3 – Alimentos e bebidas que promovem o ganho de peso: Evite bebidas açucaradas (refrigerantes, sucos artificiais) e limite o consumo de alimentos e bebidas de alto valor calórico.
4 – Alimentos de origem vegetal: Coma mais alimentos de origem vegetal, como hortaliças, frutas, cereais e grãos integrais.
5 – Alimentos de origem animal: Limite o consumo de carnes vermelhas e evite carnes processadas (embutidos em geral).
6 – Bebidas Alcóolicas: Limite o consumo de bebidas alcoólicas. Se for consumi-las, consuma no máximo duas doses ao dia se for homem e a uma dose se for mulher.
7 – Preservação, processamento e preparo: Limite o consumo de alimentos salgados e de comidas industrializadas com sal. Cuidado com cereais e grãos mofados.
8 – Suplementos alimentares: Não use suplementos alimentares para se proteger contra o câncer. Tenha somente a alimentação como objetivo de alcance das necessidades nutricionais.
9 – Amamentação:  As mães devem amamentar as crianças até os seis meses.
10 – Sobreviventes do câncer: Siga as recomendações de prevenção do câncer.

Fonte: Sociedade Brasileira de Radioterapia

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *