Cataguases poderá ser governada por um, dois, ou até três grupos políticos

Sem definição ou pesquisas registradas no TRE MG, o quadro se encontra indefinido

Uma situação merece nossa reflexão nesta eleição em 2020.  Covid-19 mudou toda a rotina dos cidadãos.

Passa despercebido por alguns, porém um fato poderá acontecer. Temos na disputa municipal diversos grupos políticos que não se dispuseram a firmar alianças e isso poderá acarretar em divisão nos interesses da cidade, caso pós eleição não se reunirem e decidirem aparar as arestas e traçarem um novo rumo pra cidade.

Em um quadro que se José Henriques(MDB) vencer o pleito municipal, com certeza irá compor uma chapa para ser vitoriosa também no legislativo municipal, e dessa forma teremos um deputado estadual, Fernando Pacheco(PV), um prefeito e o presidente da Câmara de vereadores, portanto , somente um grupo terá a governabilidade.

Caso o vitorioso seja o candidato Willian Lobo(PSDB), Hercyl Neto(PROS), Maguinho(PSL), Antônio Lage(Avante), Dra Elisângela(PDT), Paulo Jacinto(PSOL), e Vanderlei Pequeno(PT), haverá uma disputa para o poder legislativo municipal  que poderá ter a divisão dos poderes.

Como já temos um deputado estadual de Cataguases e um prefeito(a) a ser definido, outra eleição irá acontecer e que será votada por quem escolhermos para nos representar no dia 15 de novembro. Lembrando que a eleição para a escolha da nova direção da Câmara ocorrerá depois de diplomados, e em seguida a diplomação do Prefeito que governará 2021/2024, no primeiro dia de janeiro de 2021.

Por Portal Cataguases

 

2 Comentários

  1. Willian sempre fé maioria na Camara e deve fazer este ano novamente, portanto, tudo indica que Willian vencendo, terá também a presidência da câmara, podendo enfim fazer seu melhor mandato.

  2. Como não existe a menor chance do prefeito continuar, amargando um terceiro ou quarto ligar. A câmara deverá ter uma composição que trará a melhor relação em legislativo/executivo/câmarasfederal,estadual.
    Arrebentar essa coleira que submeteu os últimos mandatos à usurpação é fundamental para Cataguases voltar ao trilho do desenvolvimento.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *