Drones são usados em 100% das inspeções de redes rurais

Tecnologia aumenta a produtividade e reduz tempo de realização do serviço em até 60%;

Solução preserva o meio ambiente e otimiza o tempo das equipes;

Inovação: drone faz lançamento de cabos em linhas de alta tensão.

Com o objetivo de trazer mais agilidade aos serviços, aumentar os cuidados com o meio ambiente e segurança para os colaboradores, a Energisa Minas Gerais tem investido em equipamentos mais modernos, de última geração, como os drones, que garantem maior eficácia nas inspeções da rede elétrica. Atualmente o drone é utilizado em 100% das inspeções em áreas rurais, aumentando a produtividade em até 60% em relação às inspeções visuais que eram feitas anteriormente, principalmente em função de locais de difícil acesso.

Além disso, a utilização dos drones também garante maior qualidade na identificação prévia e no detalhamento das anomalias das linhas de distribuição e transmissão com maior rapidez e assertividade. Desta forma, é possível planejar as obras e manutenções emergenciais de acordo com as necessidades apontadas nas inspeções. Este ano, já foram inspecionados com o uso dos drones mais de 2.200 km de rede e cerca de 18 mil postes. Somente nos últimos três anos, a empresa investiu R$ 130 mil na compra de sete drones.

Os drones também estão tendo importante missão no lançamento de cabos em linhas de alta tensão, o que além do ganho de eficiência operacional contribui também com o meio ambiente, já que não é necessário abrir faixas para que as equipes cheguem ao local e realizem o serviço.

Em uma manutenção de cabo partido, em Cataguases, no mês de outubro, o colaborador pilotou um drone para arremesso de um cabo piloto para posterior lançamento de cabos em uma distância de 800 metros, sob o rio, o que possibilitou realizar o serviço de um dia em algumas horas.

“Anteriormente, o lançamento dos cabos era feito por terra, em mata fechada, sendo necessária alguma intervenção com a vegetação do local. Já com a solução proposta por colaboradores da empresa, em alguns casos, conseguimos realizar tudo de forma aérea. Os benefícios são grandes, preservando o meio ambiente e os nossos colaboradores do risco de ataques de animais e de um acidente em locais de difícil acesso como áreas alagadas. Nesta manutenção em Cataguases, conseguimos cruzar o cabo pelo rio sem a necessidade de barco”, explica Victor Rispoli, gerente de Construção e Manutenção da Energisa Minas Gerais.

Fonte: Comunicação Social Energisa

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *